A curiosa origem das palavras e expressões utilizadas no nosso dia a dia.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Varina

.











"Varina" é a designação que os habitantes de Lisboa deram às vendedoras ambulantes de peixe.


A palavra tem origem nas mulheres que vierem de Ovar para a capital, as ovarinas.


Com o declínio da pesca, sobretudo da sardinha, na zona norte de Portugal, os pescadores foram obrigados a emigrar para zonas mais a sul, tendo-se fixado, muitos oriundos de Ovar, em Lisboa, sobretudo no Bairro da Madragoa.


A varina de canastra à cabeça, assente numa rodilha, a apregoar o peixe comprado na lota ou no cais, é uma imagem iconográfica da zona de Ovar.


Tendo o idioma galego-português permanecido unido até à independência de Portugal, pensa-se que Ovar será o resultado  de "O Var", como o Porto também era designado de "O Porto". Alias os ingleses ainda mantêm a designação de "Oporto".


"Vareiros" são os naturais das terras de Var, hoje designadas por Ovar. Ainda hoje as vendedeiras de peixe miúdo, sobretudo de sardinha, são chamadas de vareiras na zona litorâneo do norte.


Ainda é possível encontrar designações galegas de locais, vilas ou cidades no noroeste da península ibérica: O Viceto, O Barqueiro, A Toxa, A Estrada, A Pedra (mercado típico de Vigo).





.

4 comentários:

  1. O termo chambaril, é mais usado no nordeste do Brasil, denominando o músculo da perna do boi - o corte acima da canela e abaixo do joelho - ou seja, é um músculo com osso. Os italianos o conhecem por osso buco, que significa literalmente, "osso furado"

    Também é um pau curvo que se enfia nos jarretes (tendão da perna dos quadrúpedes) do porco morto para o pendurar e abrir.

    Chambaril, também chamado de mão-de-vaca, terá nascido em Recife nos anos da dominação portuguesa e prospera economia canavieira, o Chambaril é um prato de origem italiana, mas especificamente na cidade de Milão, na Lombardia.

    Nasceu com o nome de Ossobuco, que significa literalmente osso furado na língua italiana. Já o nome Chambaril vem da designação do chambão de vitela, que é cortado em rodelas juntamente com os ossos. Cada pedaço tem um buraco no osso recheado com o tutano.

    Trazido pelos usineiros ricos da Europa do século XIX e inicio do século XX, chegou e adaptou-se de forma peculiar ao paladar pernambucano, introduzindo-se o cominho e o pirão de carne, feito com o caldo do cozimento da carne.

    Nos dias atuais, a boemia vai em busca de chambaril na madrugada recifense para matar sua fome e curar sua ressaca em bares populares no centro e na periferia, onde ao som do cantar do galo, mesas embriagadas abraçam o sol pernambucano deliciando-se “aos bucados” de chambaril.

    ResponderEliminar
  2. Ha outros nomes para a 'rodilha' usada na cabeca? As minhotas, como lhe chamam?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que eu saiba, "rodilha" significa a roda de tecido torcido que se põe na cabeça para apoio de fardos, e esta é a denominação utilizada pelas minhotas.

      Eliminar