A curiosa origem das palavras e expressões utilizadas no nosso dia a dia.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Doces conventuais

.






Portugal é dos países do mundo com mais variedade de doces, essa razão deve-se a uma curiosa mistura de factores culturais e económicos.


Nos séculos 18 e 19, Portugal era dos principais produtores de ovos da Europa. A clara era utilizada para clarificar os vinhos, mas sobretudo para engomar algumas partes da roupa e em particular a das religiosas.


Nesse período, as populações à volta dos mosteiros e conventos eram obrigadas a pagar tributos pelo uso da terra. Esses impostos eram pagos pelo meio do trabalho e doação de produtos agrícolas, entre os quais cereais, frutas, legumes e ovos.


No século XVI, com a grande oferta de açúcar, vinda do Brasil, e com o excedente de gemas que eram desperdiçadas, surgiu nos conventos a ideia de aproveitar estes dois ingredientes para a confecção de doces.


Não é puro acaso que a maioria dos nomes de doces portugueses são inspirados na fé católica: barriga de freira ou papo-de-anjo. Alguns têm o nome dos lugares onde foram criados: pastéis de Tentúgal, pastéis de Santa Clara ou Ovos Moles de Aveiro.



.

8 comentários:

  1. São os únicos que eu gosto e que me dou ao trabalho de fazer, apenas se tiver ovos caseiros porque se for dos outros seria melhor estar quieta...
    Ainda aqui tenho um tipo de mexidos conventual (formigos do Mosteiro de Tibães), feitos com gemas ovos, pão, amêndoas, canela mel e passas, que são de comer e chorar por mais.
    Ah... esqueceu-se de um dos melhores, trouxas de ovos de Alcobaça, uma delícia. :)


    Quanto ao pagar tributo pelo uso das terras, que melhor que as malditas portagens? Já os romanos sabiam com escravizar um povo...

    É giro saber a origem das coisas... não sabia do uso das claras para o vinho.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. ahahaha!! Nem de propósito, veja a notícia que fui dar logo que saí daqui! :))

    http://portuguese.ruvr.ru/2011/12/28/63057483.html

    ResponderEliminar
  3. Quanto a doces, é uma das coisas que não me diz nada, não sou muito açúcar, curiosamente enjoa-me.

    Quanto à portagens, não sou, nem nunca foi a favor de actos violentos para resolver os problemas. Tenho o estatuto militar de objector de consciência após um processo de 16 anos em tribunal.
    Mas infelizmente, quando as causas são justas, como neste caso da portagem da Via do Infante, o recurso ao vandalismo é proporcional à destruição do poder de compra de quem necessita desta via no dia a dia, por isso penso tratar-se aqui de sabotagem legítima.

    ResponderEliminar
  4. Nisso tem razão... mas o vandalismo vai aumentar... disso não tenha dúvidas e tudo graças a quem está no poder.
    Melhor que seja nas auto estradas do que nas casas de habitação e em lojas, como tem acontecido por cá, ferindo gravemente pessoas, inclusive idosas para roubar. Não pode, como objector de consciência, pensar dr. Octopus, que pensam todos assim, até porque a fome vai apertar.
    Infelizmente, não li a notícia apenas o título (devido ao sono), o que fiz mal, e deduzi, que estavam a estragar os chips dos automóves... para que enganassem o sinal...enfim... :(

    ResponderEliminar
  5. Outra coisa aqui para nós, dr Octopus... não sei colocar o contador de visitas que me falou, no blogue... pedi ajuda para configurar o blogue, mas já mudei a password... Acontece que isso não está nas mini aplicações... e não sei como hei-de aplicar.
    Tenho uma média de 450 visualizações o que acha?

    ResponderEliminar
  6. Amiga Fado do Bosque,

    Entras no teu blogue, vais aos "esquemas", nos esquemas vais a "adicionar uma miniaplicação" que fica logo em cima, clicas aparece "adicionar uma miniaplicação", escolhes "estatísticas do blogue", clicas no sinal "+"(é o terceiro item), escolhes o estilo que queres que se veja (número ou gráfico), clicas em guardar e pronto, está adicionado ao teu blogue.

    Na mesma página inicial que aparece "esquemas" podes arrastando o rato colocar essa miniaplicação na ordem que queres que seja vista no teu blogue.

    Se tens uma média de 450 visualizações por dia é muito bom. Claro que, através por exemplo da divulgação do blogue pelas as redes sociais podes ter mais. Eu, por princípio e por coerência nunca quis aderir às redes sociais.

    Mais vale manter uns visitantes em menor número do que aderir a uma divulgação mais vasta, mas menos fiel.

    Penso que "o segredo" está sobretudo na qualidade, na verificação exaustivas de todas as informações e fazer pensar as pessoas fazendo-lhes ver que uma outra visão é possível.

    De qualquer maneira não tenho qualquer dúvida de que tens qualidade suficiente para reunir muita gente que pensa como nós, a prova é que se tens 400 ou 500 visitas diárias representa um número muito apreciável dado que o teu blogue acabou de nascer e os temas abordados, infelizmente, só interessam um número restrito de pessoas.

    Um beijo e boa sorte

    ResponderEliminar
  7. Querido Amigo dr. Octopus,

    Muito obrigada pelo trabealho que teve em me prestar ajuda... :) Assim consegui! :)

    Estava a fazer batota... sem reparar estava a contar as minhas "visitas" ao blogue... já retirei a contagem e o nº desceu um bocado! :) Estes dois últimos dias sem posts, também afectaram e muito.
    Mas como diz, é já muito bom para quem está no início... :)

    Obrigada pelos elogios e espero continuar com um espaço que considere de qualidade, claro que não tenho a sua capacidade para escrever resumos, mas desde que a mensagem passe é já muito bom. Não quero de forma nenhuma, que as pessoas sejam induzidas em erro e me dêem elogios por posts que não me pertencem, como no caso dos seus! :)

    Espero contribuir para uma visão diferente do mundo para que ajude na mudança e na conciencialização. O meu problema é, às vezes, o tempo... as mulheres têm sempre um tempo disponível mais curto... e os médicos... claro!
    Quanto aos temas abordados, porque não interessam? Realmente os blogues que nada ensinam são muito mais apreciados e têm muitos mais seguidores... isso ultrapassa-me, para não falar no carácter "vazio" dos comentários. As pessoas deviam interessar-se pelo que "move o Mundo"! Desde miúda que me interesso e foi em adolescente que li Huxley e Orwell, adorei, mas as minhas irmãs, nem hoje conseguem ler esse tipo de livros...nem irmãos... e olhe que além de mim, são mais cinco! :)
    Realmente coisas que não consigo entender.

    Muito obrigada por tudo.
    Um Feliz Ano Novo, cheio de coisas boas e essas, como lhe desejei para o Natal, não são palpáveis. :)

    Feliz Ano Novo! :)

    ResponderEliminar
  8. Cara amiga Fada do Bosque,

    Podes estar certa que o teu blogue e a tua lucidez irão contribuir para a consciencialização de que um mundo diferente é possível.

    A denúncia é sempre fértil.

    Um beijo e um 2012 cheio de alegria,

    ResponderEliminar