A curiosa origem das palavras e expressões utilizadas no nosso dia a dia.

terça-feira, 1 de março de 2016

Bissexto

.





 

Chama-se "ano bissexto" o ano ao qual é acrescentado um dia extra, ficando o ano com 366 dias em vez dos habituais 365. Este ocorre de quatro em quatro anos, excepto anos múltiplos de 100 que não são múltiplos de 400.

 

O objectivo é de manter o calendário solar ajustado com a transladação da Terra.

 

Esta introdução foi feita para ajustar o calendário ao tempo solar. Este ajustamento ocorre no final do mês de fevereiro, com mais um dia, portanto, nos anos bissexto fevereiro terá 29 dias em vez de 28.


"Bissexto" advém do facto de que nesses anos o ano terá 366 dias, um duplo "66" (de 366), logo duas vezes 6, portanto bi-sexto.

 

Na realidade, a explicação é mais complexa. Na época de Júlio César, os meses eram divididos em três partes: calendas, nonas e idos. Nessa altura os dias do mês eram contados de trás para a frente. 

 

O dia 2 de janeiro, por exemplo, era "antediem IV nonas januarii". Ao decidir incorporar mais um dia ao mês de fevereiro, não foi criado um novo dia, mas sim um dia já existente. Uma coisa como a repetição do 28 de fevereiro, já existente, uma espécie de novamente um dia 28 de fevereiro.

 

Esse dia repetido, chamava-se em latim, "bis VI" (de antediem calendas martil), portanto "bissextum".





.


Sem comentários:

Enviar um comentário