A curiosa origem das palavras e expressões utilizadas no nosso dia a dia.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Halloween

.












Halloween é uma festa celta com mais de 2500 anos: o Samhain que significa "Final do Verão". No antigo ano novo celta, é o início da estação da cidra, um rito solene e o festival dos mortos.


Na língua gaélica actual, Samhain traduz-se por "Novembro". Nos celtas o ano acabava nos finais de Outubro, num dia de lua cheia e esta festa significava o início de um novo ano.


O calendário celta era lunar (e não solar como o gregoriano) as festas não tinham portanto uma data fixa, foi por comodidade que o dia de Halloween foi fixado no dia 31 de Outubro.


A festa de Samhain era o momento em que os espíritos dos seres amados já falecidos deviam ser honrados. Acreditava-se que era o período em que os mortos voltavam para passear entre os vivos. Por essa razão, deixavam a porta de casa entre-aberta, um lugar desocupado à mesa e lanternas acesa ao longo dos caminhos.


Como muitas das principais festas celtas, desenrolava-se durante sete dias: os três primeiros celebrava-se os heróis, os três últimos era em memória de todos os defuntos, à volta do dia da lua cheia.


Na véspera da noite de Samhain, os druidas acendiam um grande fogo sagrado esfregando ramos secos do carvalho sagrado e espalhavam esse fogo nos montes à volta das aldeias para afugentar os espíritos maléficos. Cada pessoa devia apagar o lume da sua lareira e levava algumas brasas deste novo fogo para acender um novo fogo sagrado nas suas habitações que mantinha aceso até à próxima festa de Samhain.


Estas festas eram acompanhadas de rituais, cânticos e banquetes.


Esta tradição celta não desapareceu com a colonização romana e depois com a religião católica. Em 840, como forma de cristianizar Sainhain, o Papa Gregório IV faz do 1 de Novembro o dia de Todos os Santos, sendo que dia 2 de Novembro será o dia dos finados (dia dos Mortos).


Com a fome provocada pela doença da batata, entre 1846 e 1848, muitos irlandeses emigraram para os Estados Unidos e levaram com eles muitas lendas. Uma dessas lendas é a de "Jack O'lantern", que quando bêbado desafiou o diabo e foi expulso do paraíso quando morreu, sendo condenado a vaguear eternamente com uma lanterna. Esta era constituída por um nabo que ele estava a comer onde colocou no seu interior uma vela para que não se apagasse.


O nabo foi substituído por uma abóbora, originária do continente americano, por ser mais fácil de esculpir.


Só no fim do século XIX é que Halloween se tornou numa festa nacional nos Estados Unidos. Só nos anos de 1990 é que esta festa foi introduzido na Europa com um aspecto puramente comercial e já sem qualquer magia.


O termo Halloween é a contração da expressão inglesa "All Hallows Eve" (ou "All Hallows Even") que significa "a véspera de todos os santos".







.

Sem comentários:

Enviar um comentário